Presidente da Amvali é alvo da Operação Mensageiro

A reportagem da RBN ainda está aguardando retorno da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São João do Itaperiú, sobre a prisão preventiva do Prefeito Clésio Fortunatto (MDB) e seu vice Jaime Antonio de Sousa (PL). Os nomes deles estariam entre os quatro mandados de prisão preventiva expedidos pela justiça na nova fase da Operação mensageiro, deflagrada hoje. Clésio teria sido abordado na academia e conduzido para a Prefeitura. Segundo o MP, também foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão. O Deputado Emerson Stein (MDB), também foi alvo de busca e apreensão.
Em recente entrevista na RBN, o Prefeito Clésio Fortunatto (MDB), criticou duramente a Operação, declarando que havia, no seu entendimento, um claro abuso de poder. (Ouça a entrevista no player no final da matéria).
Na conversa com o jornalista Roni Oliveira, no Programa Portal RBN, Clézio, que também é advogado, disse que, no seu entendimento, não foi respeitado o princípio de ampla defesa e contraditório. Na sua avaliação, os prefeitos presos não ofereciam nenhum risco para a sociedade para chegarem ao ponto de terem a privação de sua liberdade.

AMVALI E CÂMARA

A Reportagem da RBN entrou em contato com a Câmara de Vereadores de São João do Itaperiú e com o próprio presidente, Edson Goldacker Junkes (MDB), que a princípio deve assumir a prefeitura do município, mas até agora não obteve retorno.
Na Amvali, a entidade informou que está aguardando o esclarecimento dos fatos, e até então, não havia recebido nenhuma informação oficial sobre a eventual prisão do presidente.

FASE NOVA

Na manhã de hoje, (29-4), o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) e o Grupo Especial Anticorrupção (GEAC) do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), deflagraram a 5ª Fase da Operação Mensageiro, que apura esquema de fraude em licitação, corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro nos setores de coleta e destinação de lixo, de abastecimento de água e de iluminação pública em diversas regiões de Santa Catarina. Foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva e 19 de busca e apreensão.
As ordens de prisão e de busca e apreensão, expedidas pelo TJSC após requerimento apresentado pela Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, são relacionadas a infrações que teriam ocorrido em duas cidades catarinenses – uma no Vale do Itapocú e outra na Região da Foz do Rio Itajaí. Entre os alvos estão agentes públicos, privados e órgãos públicos. A operação é desdobramento das fases anteriores da Operação Mensageiro.
Após mais um ano de análise das evidências coletadas, da realização de novas diligências investigativas e com a oitiva de diversas testemunhas e investigados, foi identificada a possibilidade da prática de novos crimes envolvendo, dessa vez, a prestação de serviços de abastecimento de água e de iluminação pública em dois municípios catarinenses. Uma das ordens judiciais de prisão preventiva foi cumprida no Estado de São Paulo.
A apuração ainda corre em sigilo, por determinação judicial, mas, assim que houver a publicidade dos autos, novas informações poderão ser divulgadas.

PRISÃO

Na região da Amvali, quatro dos sete prefeitos, até então, haviam sido presos preventivamente durante a Operação Mensageiro. Luis Antonio Chiodini (PP), de Guaramirim; Felipe Voigt (MDB), de Schroeder; Sesar Tassi (MDB), de Massaranduba; e Luiz Carlos Tamanini (MDB), já estão fora da prisão mediante medidas cautelares, como uso de tornozeleira eletrônica em alguns casos, e proibição de contato com testemunhas e réus. Na região da Amvali, todos renunciaram seus mandatos. Durante toda a operação, 16 prefeitos foram presos entre dezembro de 2022 e abril de 2023. Até março, três prefeitos seguiam detidos e 13 estavam em liberdade restrita.

DEMAIS PREFEITOS

Barra do Sul: Antônio Rodrigues (PP)
Três Barras: Luiz Shimoguiri (PSD)
Major Vieira: Adílson Lisczkovski (Patriota)
Pescaria Brava: Deyvisonn Souza (MDB)
Papanduva: Luiz Henrique Saliba (PP)
Itapoá: Marlon Neuber (PL)
Lages: Antônio Ceron (PSD)
Ibirama: Adriano Poffo (MDB)
Imaruí: Patrick Corrêa (Republicanos)
Capivari de Baixo: Vicente Corrêa Costa (PL)
Tubarão: Joares Ponticelli (PP)
Bela Vista do Toldo: Alfredo Cezar Dreher (PODEMOS)

Músicas, notícias, promoções exclusivas, coberturas de shows e eventos e ações publicitárias no rádio e em vídeos para todas as plataformas digitais!

RBN 94,3 FM

© 2023 RBN 94,3 FM. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por GB Dev – Agência de Websites