Polêmica: Denúncias marcam eleição no Santo Antônio

A Chapa 03, que ficou em terceiro lugar nas eleições da Associação de Moradores do Bairro Antônio, no sábado, anunciou que estuda pedir a anulação da votação. A eleição começou com a denúncia de que os mesários estavam trabalhando identificados com a camisa da Chapa 2, o que foi comprovado em fotos. Além disso, integrantes da chapa enviaram uma lista para a redação da RBN com o que entendem como sendo uma série de irregularidades cometidas antes, durante e depois da eleição. (VEJA NOTA ABAIXO).
O representante da FAMESC em Jaraguá do Sul, Agostinho Zimmermann, falou ao Jornal Portal RBN, na manhã de hoje (04/12) e além de outras situações, lamentou que a Famesc não tenha sido autorizada pela Ujam para auxiliar nos trabalhos. (OUÇA O AUDIO ABAIXO)


O Departamento de Jornalismo entrou em contato com o Presidente da Associação de Moradores do bairro, responsável pela organização, mas não obteve retorno. Procurado para que se manifestasse no programa, o Presidente da Ujam preferiu enviar uma nota rebatendo os questionamentos. (VEJA NOTA ABAIXO)
Na votação, a Chapa 01 Miguel e Luciano, conquistou 284 votos. A chapa 02 de César e Luiz, teve 260 votos. A Chapa 03, de Janete e Rafael, teve 220 votos.

NOTA DA CHAPA 03

“Segue algumas informações do que ocorreu na eleição da associação de moradores do bairro Santo Antônio:
1 – Não houve divulgação do Edital nos comércios e nem para as chapas.
2 – Horário de votação muito reduzido, não dando oportunidade para as pessoas que trabalham votar em outro horário; Local da votação de difícil acesso para as pessoas idosas e com deficiência, bem como não tinha acesso de ônibus.
3 – Não cumpriu o edital quanto ao,

  • Horário de início da votação
  • Convocação assembleia associados
    -Leitura do edital
  • Eleição comissão eleitoral
  • exigência de documento com foto dos votantes
    4- Mesários com camisa da chapa 2 pegando assinaturas e entregando as cédulas, sendo uma das mesárias esposa do vice presidente da chapa 2.
    5 – Não foi solicitado documento com foto, nem mesmo documento de residência para comprovar moradia dos moradores .
    6- UJAM não conduziu a eleição, apenas trouxe as cédulas.
    7- UJAM não permitiu a participação da Famesc na eleição.
    8 – Presidente da atual chapa ficou atrás do local de votação com a camisa da chapa 2.
    9- Não foi permitido questionar os votos dos moradores que havia desconfiança não ser do bairro.
    10- Faltou 12 votos ao final da contagem.
    11- UJAM ao final não realizou a ATA de encerramento da eleição, não deixando as chapas fazerem seus requerimentos.
    Considerando que existem indícios da UJAM não estar legalmente habilitada para convocar eleições de associação de moradores;
    Considerando todas essas irregularidades apresentas que ocorreram antes e no dia da eleição;
    A chapa 3 estuda buscar a anulação da eleição do dia 02/12, frente todas as irregularidades elencadas.”

NOTA DA UJAM

Segue alguns esclarecimentos acerca da eleição da associação de moradores do bairro Santo Antônio:
1 – Não houve divulgação do Edital nos comércios e nem para as chapas.
“Tal apontamento é desprovido da verdade, pois além de ser fixado em Comércio, o argumento de que não foi divulgado para as chapas não procede, até pelo fato de todas as chapas saberem e se inscreverem dentro dos prazos estipulados”.

2 – Horário de votação muito reduzido, não dando oportunidade para as pessoas que trabalham votar em outro horário; Local da votação de difícil acesso para as pessoas idosas e com deficiência, bem como não tinha acesso de ônibus.
“Eleição ocorreu no mesmo local das últimas vezes, prefeitura inclusive faz manutenção de toda a extensão da via para garantir um acesso tranquilo, sendo que o campo foi aberto e utilizado para estacionamento e assim todos terem acesso de carro ate o local de votação, metros da urna”.

3 – Não cumpriu o edital quanto ao Horário de início da votação, convocação assembleia associados, leitura do edital, eleição comissão eleitoral, exigência de documento com foto dos votantes:
“Tal informação é desprovida da verdade, pois nenhum ato foi cometido com o objetivo de tirar o direito ou atrasar a votação. Garantindo assim a todos o direito de escolha entre as chapas”.

4- Mesários com camisa da chapa 2 pegando assinaturas e entregando as cédulas, sendo uma das mesárias esposa do vice presidente da chapa 2.
“Toda organização e os fiscais de todas as chapas foram definidos antes do início da votação e de concordância de todas as chapas. Em momento algum os fiscais apontaram discordância do andamento dos trabalhos. E sobre camisa, todas as chapas tinham pessoas identificadas, com camisa ou adesivo, e junto ao local de votação, praticamente ao lado da urna, e tal situação visava inclusive uma maior transparência e fiscalização do que estava ocorrendo no momento”.

5 – Não foi solicitado documento com foto, nem mesmo documento de residência para comprovar moradia dos moradores:
“Como falado, os encaminhamentos antes mesmo de iniciar foi acordado entre os fiscais”.

6- UJAM não conduziu a eleição, apenas trouxe as cédulas.
“Ujam acompanhou e organizou sim os trabalhos”.

7- UJAM não permitiu a participação da Famesc na eleição.
“Permitiu sim, pois os membros fiscalizaram, acompanharam e fizeram auditoria na contagem dos votos”.

8 – Presidente da atual chapa ficou atrás do local de votação com a camisa da chapa 2.
“Sim, em momentos esporádicos, assim como membros de outras chapas”.

9- Não foi permitido questionar os votos dos moradores que havia desconfiança não ser do bairro.
“Foi sim questionado, inclusive com acordo firmado com os candidatos à presidência antes do início da eleição”.

10- Faltou 12 votos ao final da contagem.
“Foi assinado o livro e entregue a cédula que provavelmente não foi depositada na urna, mas mesmo que eventualmente faltasse 30 cédulas, não iria impactar no resultado”.

11- UJAM ao final não realizou a ATA de encerramento da eleição, não deixando as chapas fazerem seus requerimentos.
“Em todas as eleições, Ata feita a depois digitada para após ser registrada no cartório”.

Músicas, notícias, promoções exclusivas, coberturas de shows e eventos e ações publicitárias no rádio e em vídeos para todas as plataformas digitais!

RBN 94,3 FM

© 2023 RBN 94,3 FM. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por GB Dev – Agência de Websites